(23-15) Chicago Bulls 115 x 111 Philadelphia 76ers (4-37)

Placar (Pós-Jogo).jpg

Jimmy Save The Day! Comandado pelo camisa 21, Bulls vira, de forma incrível, contra o Philadelphia 76ers, na prorrogação.

Boxscore

 

Resumo
Que jogo foi esse no Wells Fargo Center! Chicago, sem Rose e Gasol, começou a partida igual contra os Sixers, mas viu a partida tomar um rumo diferente. Os donos da casa, com Okafor, começaram a mandar no jogo, abrindo 34-22 no fim do primeiro quarto. No segundo, o pesadelo ganhava forma. Phila chegou a abrir 24 pontos (maior diferença da equipe na temporada) e, se não fosse Jimmy Butler (visivelmente cansado e com dores no tornozelo) e seus 25 pontos no primeiro tempo (igualando marca de Michael Jordan – mais detalhes no fim do post), Chicago terminava o primeiro tempo perdendo por 16 pontos. Fora a partida que Mirotic e Brooks, aniversariante do dia, estavam fazendo. A coisa tava feia. 62-46 Sixers.

Começou o segundo tempo e Chicago, precisando se recuperar no jogo, apostou suas fichas em Butler e (como) ele correspondeu: foram 11 pontos, 1 assistência e 1 roubo de bola nos 12 minutos. Ajudado por Mirotic, McDermott, Hinrich, Noah e Moore, os Touros, que pareciam entregues no primeiro tempo, terminaram apenas 2 pontos atrás no terceiro quarto, graças a cesta de três de JB. 79-77 Sixers.

No último quarto, Phila voltou mais ligado e acertou seus primeiros cinco chutes de quadra (sendo duas triplas de Convington) e rapidamente abriam 9 pontos. Coube a dupla Butler-McDermott aparecer em cena. Dos 27 pontos, 24 foram da dupla (15 de JB e 9 de McD). A única cesta que não foi feita por eles, foi convertida por E’Twaun Moore (de três), faltando 1:17 para o fim, colocando o Bulls na frente, 104-101. Mas Ish Smith respondeu na mesma moeda, empatando o jogo a menos de 20 segundos do fim. Na jogada final, Butler, muito bem marcado, não conseguiu fazer sequer o passe para Noah e a partida foi para o tempo extra.

Nos cinco minutos seguintes, os Sixers voltaram anotando os primeiros quatro pontos. Moore respondeu com sete pontos seguidos, colocando Chicago a frente por 4 pontos, após cesta (e recorde) de Butler. Ish Smith, mais uma vez, tira uma cesta de três da cartola, e Phila voltava a incomodar, 113-111. Moore poderia dar mais tranquilidade para os visitantes, mas errou o gancho. Smith tentou responder, mas também não teve sucesso. Confuso, os Sixers demoraram a pedir tempo após o rebote de Noah, faltando 23 segundos para o fim. Após o lateral bola, McDermott converteu seus dois lances livres e colocou Chicago novamente com quatro pontos de frente. Smith teve mais uma chance para colocar fogo no jogo, mas falhou e Chicago, no sufoco, venceu depois de três derrotas seguidas.

O nome do jogo, Jimmy Butler, teve novas marcas:

  • Com 25 pontos e 14 lances livres tentados no primeiro tempo, se igualou a Michael Jordan, que tinha feito isso em 1988;
  • Com 53 pontos, Butler se torna o primeiro jogador, depois de Jamal Crawford (em 2004), a anotar 50+ pontos em uma partida dos Bulls;
  • Com 50+ pontos, 5+ rebotes e 5+ assistências, JB iguala Michael Jordan, que foi o último a ter esses números, em 1993, pelos Bulls.

Destaques

Chicago Bulls

  • Jimmy Butler: 53 pts (15-30 fg, 21-25 ft), 10 reb, 6 ast, 3 stl;
  • Doug McDermott: 17 pts;
  • E’Twaun Moore: 14 pts;
  • Joakim Noah: 6 pts, 16 reb, 8 ast, 2 stl, 7 to;
  • Taj Gibson: 11 pts, 11 reb.

Philadelphia 76ers

  • Ish Smith: 24 pts, 4 reb, 8 reb, 2 stl;
  • Robert Covington: 25 pts, 6 reb, 2 stl, fouled out;
  • Nik Stauskas: 12 pts, 5 ast, 2 stl;
  • Jahlil Okafor: 12 pts, 4 reb.

Próximo Jogo: vs. Dallas – 15/01, às 23:00.

Anúncios

20 comentários em “(23-15) Chicago Bulls 115 x 111 Philadelphia 76ers (4-37)

Adicione o seu

  1. Se não jogarem Butler e Gasol, coloquem mais uma derrota na conta. Sem Rose, Gasol, Butler…..não pra ganhar, mesmo do Phila. Caso Butler jogue, ainda há boa chance de ganhar.

  2. Uma coisa que nunca muda no Bulls é essa má vontade (desrespeito) contra times fracos….se eu sou o tecnico, presidente, whatever…dou um esporro e um ultimato…do contrário, deixo o jogador fora do time, esquentando banco…

  3. Vergonhoso o que esse time tá fazendo em quadra…e nem adianta falar que tá jogando sem Rose e Gasol, pq o elenco do nosso adversário de hoje é simplesmente horroroso, mas estão massacrando o nosso time em todos os sentidos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑