(56-24) Cleveland Cavaliers 102 x 105 Chicago Bulls (40-40)

Placar (Pós-Jogo)

Na melhor partida do brasileiro Cristiano Felício, Chicago vence o Cleveland Cavaliers e continua respirando por aparelhos.

Boxscore

 

Resumo
Mais uma grande partida entre Bulls e Cavs em Chicago. A vitória para os Bulls (“motivados” com o filme Debi & Lóide) era a sobrevivência na batalha com o Pacers pelos playoffs. Para Cleveland, era a chance para carimbar o primeiro lugar no leste e poupar o time para o início da pós-temporada.

O jogo começou com o Cavaliers mostrando seu cartão de visitas nas bolas de três e rebotes de ataque. Mesmo errando muitos chutes, os donos da casa se mantinham no jogo, não deixando o adversário desgarrar. No terceiro quarto, Cleveland anotou onze pontos de frente, quando Chicago começou a reação graças a sua segunda unidade, e em especial, Cristiano Felício. O brasileiro atuou dos 2:45 do terceiro quarto até os segundos finais de jogo, e foi muito importante pontuando no garrafão (perfeito nos chutes e lances livres) e na tábua, diminuindo o ímpeto dos Cavs na área pintada, mas as bolas de três continuavam atormentando. J.R. Smith teve a chance de mandar o jogo para a prorrogação mas Justin Holiday, com um toco providencial, selou a vitória dos Bulls.

“Eu fiz algumas cestas antes e fui ganhando força e apenas tentei jogar duro. Foi uma grande experiência para mim”, afirmou o brasileiro após o jogo.

Com o resultado, a equipe segue na luta pelos playoffs. Amanhã, Indiana entra em quadra para enfrentar os reservas do Brooklyn Nets, em casa, e precisa apenas de uma vitória para selar sua classificação.

Para os Bulls, fica o aprendizado. Afinal, vencer Cavs três vezes, varrer os Raptors na temporada regular e ficar de fora dos offs é inadmissível. Os tropeços contra equipes que estão lá na parte de baixo da classificação estão cobrando o seu preço agora.

Destaques

Cleveland Cavaliers

  • LeBron James: 33 pts (13-17 fg, 4-5 3pt), 7 reb;
  • J.R. Smith: 24 pts (7-14 3pt), 6 reb, 4 ast;
  • Kevin Love: 20 pts, 13 reb;
  • Kyrie Irving: 11 pts (5-17 fg), 4 reb, 8 ast, 2 stl.

Chicago Bulls

  • Jimmy Butler: 21 pts, 6 ast, 3 stl;
  • Cristiano Felício: 16 pts, (7-7 fg, 2-2 ft), 5 reb, 2 blk;
  • Nikola Mirotic: 13 pts, 6 reb;
  • Pau Gasol: 11 pts, 12 reb.

Próximo Jogo: @ Pelicans – 11/04, às 21:00.

12 Respostas para “(56-24) Cleveland Cavaliers 102 x 105 Chicago Bulls (40-40)

  1. Praticamente impossível. O Bulls tá com um sério problema nos arremessos, no jogo contra o Heat perdemos por conta disso. Errando e tomando contra ataque. É melhor ficar de fora dos play-offs e pensar na temporada seguinte

  2. Joguei a toalha já, se o time mostrasse alguma consistência e essa posição fosse pelo mérito dos outros tudo bem, mas a culpa é só nossa. Tem que resolver essa questão do treinador, a da dupla Rose/Butler e focar na próxima temporada urgentemente.

  3. Hahahahahahahha sério esse treco do filme?O que fizeram com o nosso bulls gurizada!
    Maldita hora em que comecei a torcer pro gremio e pro bulls…os anos 90 podiam voltar ne…

  4. Serio q votaram q foi por causa da lesões q o Bulls ta assim ? Thibs levou o Bulls nas ultimas 3 temporadas praticamente sem rose

  5. Bulls ganha quando praticamente não vale mais nada….impossível se classificar, tendo em vista que o Indiana já não vai perder 3 seguidas..

  6. O cristiano felicio jogou muito finalmente o hoiberg deixou ele em quadra a maioria dos jogos ele fez 8pontos e sempre o hpiberg tirava ele pra ficar com o gasol lento que nao marca ninguem

  7. Felício foi muito bem, com certeza fará parte da rotação temporada que vem, ainda mais que Noah ou Gasol (ou ambos) não fará parte da equipe.

    Algumas considerações sobre o elenco:

    Rose – Continua irregular, faz partidas de MVP e partidas inoperantes. Deveríamos considerar trazer um point guard de verdade (Rondo seria ideal) e transformá-lo em SG e backup para PG.

    Brooks – Irregular, só que não é Rose. Existem aos montes na liga melhor.

    Moore- Mostrou grande consistência. Me agrada como combo guard.

    Jimmy Butler – Incrível como não para de crescer. Pode ser que eu esteja errado, mas a diretoria irá querer trocá-lo na off season, já que não encaixa com o Hoiberg, e esse não será demitido para o Reinsdorf pagar 9 milhões para treinadores que não estão na “casamata”.

    Justin Holiday – Simplesmente me enganei quando entrei na onda de que nem jogador de basquete era. Pelo contrário, mostrou personalidade entrando no meio desse turbilhão, e parece ser o que Hoiberg procura em seu esquema, roda a bola, marca com eficiência, e mata umas bolinhas de 3. Por mim cumpre seu último ano.

    Mike Dunleavy – Como fim de banco ok, titular nunca. Melhor o Doug, apesar de ter uma proposta melhor mais a frente.

    Doug McDermott – Mostrou evolução, é um talento ofensivo, mas peca demais na marcação. Em uma eventual rotação, o ideal é que tenhamos caras nas wings que saibam defender.

    Nikola Mirotic – Talvez um dos maiores talentos desse elenco, está demorando a se afirmar na liga por uma questão clara. Não é tão “grande” para ser PF, nem rápido o bastante pra ser SF. Na minha opinião, se não se adapatar a SF, será mais um na liga, quando pode ser um cara importante. Não tem “caixa” pra aguentar PF’s como Zach Randolph, por exemplo. EU utilizaria como SF imediatamente, para adaptá-lo o quanto antes.

    Taj Gibson – Um dos meus jogadores preferidos nesse elenco. Sabe jogar nas duas tábuas, especialmente na defensiva.

    Joaquim Noah – Mostrou seu valor ao não jogar. Nosso garrafão se transformou numa avenida. Se renovar por um valor abaixo de 5 milhões, renovava na hora. Na hora do aperto, dentro do garrafão, Al Horford’s da vida não se criam.

    Pau Gasol – Não fica, acho que pelos dois lados. Vai querer jogar ao lado do irmão, e o Bulls quer outro perfil.

    Bobby Portis – Mostrou potencial, mas tem que confirmar. Fará parte da rotação.

    Cristiano Felício – Demonstrou seu valor quando teve oportunidades, apesar do elenco cheio de big man. Muito esforço, garra, sabe jogar em baixo da tábua, por mim fará parte da rotação.

    Cameron Bairstow – Prefiro não comentar. End of bench.

    Por fim, trades: Como disse anteriormente, precisamos de um PG de verdade, e o Rondo se encaixaria bem, é FA…. Se não ele, outro nesse perfil.

    Um SG/SF titular viria a calhar.

    Um center como De Marcus Cousins não faria mal…

    • Leitura perfeita, Francisco.

      Rondo no Bulls é meu sonho de consumo.

      Não achei que sentiria falta do Noah, mas o nosso garrafão conseguiu fazer isso. Quem sabe se estiver livre dos problemas físicos e um tempo menor na rotação (andava muito sensível a lesões), pode voltar a mostrar o basquete que o levou a DPOY.

      Butler é um monstro. Temo, e muito, que seu futuro seja longe de Chicago.

      Gasol ofensivamente é MUITO talentoso, mas é o fim da linha para ele aqui. Saiu da draga do Lakers para Chicago, por um salário menor do que pode ganhar para tentar ser campeão em um contender com o Thibs. A temporada atual, com técnico novato e time fora dos offs certamente vai ajudá-lo a definir seu futuro longe dos Bulls.

      Portis e Felício, que surpresas agradáveis.

      A sorte está lançada

  8. se estão querendo trocar o Butler por causa de relacionamento, imagina o Rondo.

  9. Bom pra mim,

    Não renovaria com o Gasol, ele eh bom ofensivamente mais defensivamente nem se fala
    Butler: Não trocaria, mais se for trocar espero q seja por um jogador q tem futuro e alguns picks bons
    Felicio:Pode ser um bom jogador, na prox temporada ele ainda n estará pronto pra ser titular, mais quem sabe com a ajuda do noah ele possa ser um pivo bom defensivamente e daq 2 anos titular
    Noah: Renovaria por um preço acessivo
    Mirotic e Mcdermout: São mt bons ofesinvamente mais precisam de um técnico bom pra evoluírem e se tornarem grandes jogadores
    Portos: O msm q o felicio
    Rose: Tem q voltar a ter confiança, perdeu poucos jogos nessa temporada, seria bom nas férias ele treinar enterradas pra voltar a ser agressivo
    Hoiberg: Eu trocaria, se o n trocarem o butler por um técnico exeriente, mais se trocarem daria uma chance para um técnico novo mais q tivesse bons resultados na ncaa, mais acho difícil a diretoria mandar ele embora
    Nessas ferias eu dava um jeito de colocar Rose e Butler presos numa quadra prazer ver se esses 2 virem amigos kkkkkkk

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s