(24-16) Chicago Bulls 111 x 101 Detroit Pistons (22-19)

Placar (Pós-Jogo).jpg

Bulls jogam bem e batem seu rival, Detroit Pistons, em Auburn Hills.

Boxscore

 

Resumo
Fora de casa e com três desfalques, o Chicago Bulls fez um ótimo jogo contra o Detroit Pistons (mesmo com um alguns apertos no início), e volta para casa com mais uma vitória e certa tranquilidade para a equipe trabalhar durante a semana, já que terá jogos complicados pelo caminho.

O primeiro quarto começou bom para os donos da casa. Todos os titulares estavam pontuando na partida e Detroit teve uma sequência de 9 arremessos convertidos, colocando o time a frente do placar. Chicago foi pegando embalo e crescendo no jogo, com Pau Gasol. Mas os Pistons terminaram o primeiro quarto com seis pontos de frente.

No segundo, começaram a aparecer as peças do banco. Mais inspirado no ataque, os reservas do Bulls viraram o jogo, graças a boa pontaria de Doug McDermott. Gasol e D-Rose voltaram bem e seguravam a liderança no placar. Jimmy Butler, no último segundo, acertou um fadeaway que deixou o Bulls com três pontos de frente no intervalo, 56-53.

No segundo tempo, Chicago voltou da mesma forma que terminou o primeiro: pontuando bem e fechado na defesa, não deixando Detroit se recuperar jogo logo de cara. O nervosismo tomou contra da equipe de Michigan e Kentavious Caldwell-Pope, um dos bons nomes do jogo, tomou duas faltas técnicas e foi excluído da partida. Sem ele, Detroit iria ter dificuldades, já que incomodava os Touros no terceiro quarto e isso foi crucial.

Com os visitantes a frente no início do último quarto (83-79), a equipe de Illinois se mantinha a frente, trocando cestas com o rival no começo. Após a cesta de Aron Baynes, Chicago anotou oito pontos seguidos e com a diferença em nove, coube a equipe focar na defesa e aproveitar as melhores chances no ataque. Com duas bandejas de Rose, os Touros abriram 11 pontos faltando 2 minutos para o fim, e garantiu a primeira vitória contra os Pistons nessa temporada.

Destaques

Chicago Bulls

  • Pau Gasol: 31 pts (13-18 fg), 12 reb, 3 blk;
  • Derrick Rose: 20 pts, 4 ast;
  • Jimmy Butler: 16 pts, 9 ast, 5 to;
  • Taj Gibson: 8 pts, 10 reb, 2 blk;
  • Aaron Brooks: 10 ast.

Detroit Pistons

  • Ersan Ilyasova: 19 pts, 11 reb;
  • Reggie Jackson: 19 pts, 6 ast;
  • Marcus Morris: 18 pts, 6 reb;
  • Kentavious Caldwell-Pope: 14 pts, 5 reb, 2 stl, excluído por faltas técnicas;
  • Andre Drummond: 13 pts, 16 reb.

Próximo Jogo: vs. Warriors – 20/01, às 23:00 (ESPN+).

8 Respostas para “(24-16) Chicago Bulls 111 x 101 Detroit Pistons (22-19)

  1. Incrível como o Bulls virou freguês dos Pistons nos últimos jogos. Tem que se impor e mostrar que o Bulls tem mais camisa…ops…esqueci que camisa não entra em quadra…

  2. Time perde vantagem de 10pts em 2min..pqp viu.

  3. Sempre penso que o Gasol vai errar quando chuta de três e o fdp vai lá e acerta.. rsrs

  4. finalmente ganhamos o Pistons!!

  5. Grande partida do Gasol hoje! A gente critica muito ele principalmente por não aparecer muito quando joga contra outro pivô físico, como no caso de hoje o A. Drummond, no jogo de hoje mato praticamente tudo de média e longa distância e sobrou em quadra.

  6. Boa vitória. Quem é Bulls odeia os Pistons, time mais mal caráter da história.

    E Gasol destruiu. Tomara que tenhamos mais regularidade.

  7. Pingback: (40-36) Detroit Pistons @ Chicago Bulls (38-37) | Chicago Bulls Brasil

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s