(17-19) Washington Wizards 114 x 100 Chicago Bulls (22-14)

Placar (Pós-Jogo).jpg

Bulls joga mal e cai, em casa, para o Washington Wizards.

Boxscore

 

Resumo
Mais uma partida apagada da equipe de Illinois. Não sabíamos se era a partida contra Atlanta novamente ou não, devido a quantidade de buracos deixados na defesa e nos erros de ataque bobos, que facilitavam o caminho para o time da capital americana pontuar e controlar o jogo nos contra-ataques. Sete dos onze jogadores que pisaram em quadra pelo Wizards passaram da marca dos 10 pontos, mostrando um pouco do que foi a partida. Nos Bulls, a destacar a ótima atuação de Derrick Rose, que com seus 23 pontos, ultrapassou Ben Gordon e se tornou o 10º maior cestinha da história da franquia. Além dele, somente Butler, Gasol e Brooks chegaram aos dois dígitos na pontuação. Alcançando mais uma vez a contagem centenária, Chicago chega a 11 jogos seguidos anotando 100 ou mais pontos.

A partida começou muito boa para os visitantes, aproveitando dos erros de ataque dos Bulls para pontuar jogando em transição. Apenas Derrick Rose conseguia furar a defesa adversária (9 pts no primeiro quarto) e um resultado equilibrado ao final dos primeiros doze minutos: 28-25 Wizards. Com os reservas, Chicago imprimiu, brevemente, o ritmo da partida, chegando a passar a frente, mas durou pouco. Gary Neal, com sete pontos seguidos, colocou Washington de volta a liderança do placar e a calma para o time controlar o jogo. No intervalo, o placar era 62-48 Wizards.

No segundo tempo, uma semelhança ao jogo da Geórgia, de sábado. Bulls correndo atrás do placar e o adversário matando bola com total tranquilidade, não deixando a reação dos Bulls ganhar forma alguma. E o jogo foi seguindo assim até o final, quando Fred Hoiberg, vendo que a partida estava perdida, colocou os reservas em quadra, e esperando a buzinada final para arrumar a casa e colocar as coisas em ordem. Pois não é normal um time, que quer ser campeão, vencer seis seguidas jogando bem e perder duas, em sequência, jogando nada.

Não há mais o que lamentar. Agora é levantar a cabeça pois o próximo jogo já será amanhã, fora de casa, contra os Bucks.

Destaques

Washington Wizards

  • John Wall: 17 pts, 5 reb, 10 ast, 3 stl;
  • Ramon Sessions: 16 pts, 5 reb, 4 ast;
  • Nenê Hilário e Garrett Temple: 14 pts cada;
  • Otto Porter Jr.: 14 pts, 8 reb, 2 stl;
  • Drew Gooden: 10 pts, 12 reb.

Chicago Bulls

  • Derrick Rose: 23 pts;
  • Jimmy Butler: 19 pts, 4 reb, 7 ast, 2 stl;
  • Pau Gasol: 15 pts, 10 reb.

Próximo Jogo: @ Bucks – 12/01, às 23:00.

Anúncios

25 comentários em “(17-19) Washington Wizards 114 x 100 Chicago Bulls (22-14)

Adicione o seu

  1. Atualizado: Fred Hoiberg disse que irá monitorar os minutos de Rose e Gasol durante essa semana apertada de 4 jogos em 5 dias. Ele também falou que, se necessário, poupará eles em uma partida.

    Lembrando a sequência do Bulls essa semana: Wizards, Bucks (amanhã – fora), 76ers (quinta – fora) e Mavs (sexta – casa).

  2. gasol é uma bosta. As vezes marca 20 pts mas toma o dobro na defesa e deixando os adversarios pegar off reb. É irritante. O cara consegue matar qualquer reação. E ainda fica dando esses gritinhos que ele deve ter aprendido com o Noah enquanto apanha no garrafão de qualquer um

  3. Tem jogo que é difícil de torcer pra esse time viu…só raiva o jogo inteiro. Time chega no placar e faz umas sequências de 4 ataques ridículos deixando os caras abrir..Wizards parece que nem força tá fazendo direito, só tá aproveitando o erros dos Bulls no ataque e a defesa frouxa.

    1. Gasol só trocaria se ajudasse numa troca por um D. Cousins, um KD, alguma coisa TOP da liga, pq querendo ou não ele é jogador de double-double quase todos os jogos..média de 16pts e 10reb em quase todos os jogos. Já Noah, Gibson e Bairstow podem ser trocados urgentemente..não acho que o Noah vai voltar a ser o defensor que era antes, provavelmente só vai cair de rendimento daqui pra frente; Gibson também já mostrou do que é capaz, algumas partidas faz 18pts e 10reb, outras faz 2pts e 3reb…Bairstow eu nem comento pq nem o time aqui da praça escolheria ele pra jogar.

  4. O mais foda é que você vê a escalação antes do jogo sem Beal e Gortat e vem aquele pensamento de jogo fácil, o que seria normal pra um time que está em segundo lugar na conferência, mas é exatamente nesses jogos que o torcedor dos Bulls perdeu toda a confiança no time..espero que não tenhamos outra série de 3 derrotas seguidas, já que jogamos amanhã fora contra os Bucks.

  5. Assim não tem jeito do Bulls chegar longe nos Playoffs, o time não tem consistência na defesa ,Gasol está cada vez mais perdido na marcação e Noah continua uma nulidade no ataque. Uma troca é necessária pra dar uma sacudida nesse grupo, envolvendo Noah,Gasol ou Taj.Parece que o time se acomoda quando pega times com campanhas fracas.Joga demais contra San Antonio ,Golden State ,Thunder e Cleveland mas entrega esses jogos pra times pequenos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑