A História dos Bulls no Dia De Natal

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO natal está aí, 25 de Dezembro. Pode ser até feriado, mas nem assim, o time parava para as festas, em algumas ocasiões.

Era Boozer-Sloan-Love (1966-1972)

Bob BoozerOs jogos do Bulls no dia 25/12 começaram desde seu primeiro ano de existência. A primeira partida, foi em Nova York, contra os Knicks de Willis Reed, e derrota por 133-132. O astro do time naquela ocasião, era Bob Boozer (foto à direita), que não decepcionou ao marcar 40 pontos naquele jogo. Outro grande nome daquele time, Jerry Sloan, fez 18 pontos, insuficientes para derrotar os nova-iorquinos.

Dois anos depois, a equipe jogou no natal, e foi novamente derrotada, dessa vez, para o Cincinnati Royals, hoje Sacramento Kings, de Oscar Robertson, por 103-98. Dessa vez, o nome da equipe foi Jim Washington, com 19 pontos, um a mais que Boozer, 18 pontos. Já Sloan, fez apenas 9 pontos e ainda saiu do jogo por excesso de faltas.

Bob LoveEm 1970, o time passava por mudanças: Boozer foi para os Bucks, e em troca, Chicago recebia o big man Bob Love (foto à esquerda). O pivô anotou 40 pontos na partida de natal daquele ano, mas de nada adiantou em mais uma derrota da equipe de Illinois, dessa vez, para o Baltimore Bullets, hoje Washington Wizards, por 128-112. Sloan fez apenas 12 pontos nesse jogo.

A primeira vitória no time em data natalina foi em 1971, contra a equipe do Portland Trail Blazers por 109-88, no Oregon. Love anotou 26 pontos, seguido por Chet Walker, que fez 21 pontos, e mais três jogadores fizeram uma dezena de pontos naquela noite: Bob Weiss, 17, Jerry Sloan, 15 e Norm Van Lier, 11.

Jerry SloanNo último jogo de natal desse time, em 1972, desfalcado de Jerry Sloan (foto à direita), derrota para o Phoenix Suns, por 115-108. Love, mais uma vez, liderou o time em pontos, 29, seguido por Chet Walker, com 20. Desde esse jogo, se passaram treze anos, até Chicago figurar novamente em jogos natalinos, dessa vez, com um certo camisa 23, que já aterrorizava as defesas adversárias.

Era Jordan-Pippen (1985-1997)

Depois de passar por transições de conferência (o time pertenceu a conf. oeste até 1980, quando entrou para o lado leste da liga junto com os Bucks) e sem contar um grande jogador até 1984, quando os Bulls recrutaram Michael Jordan, o time voltou a cena no dia 25 de Dezembro. E, assim como em 66, o time iria a NY encarar o Knicks, de seu futuro ídolo, Patrick Ewing, em 1985. Jordan, que começara a decolar de vez na NBA, fez 30 pontos, mas se fizesse mas dois, Chicago sairia com a vitória, pois perdera aquele jogo por 86-85.

O tempo passou, quatro anos para ser exato, e Chicago fez o único jogo no dia de natal daquele ano, em 1990, contra os Bad Boys de Detroit (vídeo abaixo). Pela primeira vez jogando em casa no natal, vitória por 98-86. Mesmo com double-double de Isiah Thomas (23 pts, 10 ast), os touros voaram, principalmente com MJ que fez uma de suas grandes atuações contra os Pistons (37 pts, 8 reb, 3 ast, 3 stl e 2 blk).

Desde então, a presença de Chicago em jogos natalinos passou a ter mais frequência, tanto que, no ano seguinte, em 1991, os touros receberam o Boston Celtics de Larry Bird e Reggie Lewis. Na vitória tranquila do time de Illinois por 122-89, o nome do jogo foi Scottie Pippen (27 pts, 8 ast, 4 reb e 4 stl). Michael, mais discreto, fez 14 pontos, sem contar os 8 rebotes, 5 assistências, 2 roubos e 3 tocos.

Bulls Knicks Christmas GameNo ano seguinte, 1992, novamente os Knicks no caminho, e dessa vez, com final feliz para Chicago. Com uma atuação de gigante de MJ (foto à esquerda – 42 pts, 8 reb, 5 ast, 3 stl e 1 blk), os touros passaram por NY, placar de 89-77. Pippen não ficou muito pra trás naquele jogo, só se for em pontos (16 pts, 9 reb, 5 ast, 5 stl e 3 blk).

Em 1993, sem Jordan, que havia encerrado a carreira para jogar baseball, um jogo mais apertado, dessa vez, contra a sensação da NBA no início da década, o Orlando Magic de Penny Hardaway e Shaquille O’Neal. Na vitória por 95-93, Scottie, mais uma vez, chamou a responsabilidade (28 pts, 8 reb, 6 ast e 4 stl), muito ajudado por B.J. Armstrong (17 pts, 7 ast) e Toni Kukoc (17 pts, 6 reb, 3 stl).

Em 1994, Chicago fez seu jogo no natal mais emocionante da história até então. Com direito a prorrogação, a equipe passou pelos Knicks, no Chicago Stadium, por 107-104 (vídeo abaixo). O nome do time, pra variar, foi Pippen (36 pts, 16 reb, 3 ast, 5 stl e 3 blk), ajudado pelo croata Kukoc (25 pts, 6 ast), que assim como Jordan em 91 e Pippen que deixaria sua marca nos playoffs daquela temporada, “tatuou” Spalding na cara de Ewing.

Com o retorno de Jordan a liga em 1995, a equipe voltou a carimbar presença no natal só em 1996, quando enfrentou seu velho rival, os Pistons, de Grant Hill, no United Center. Mesmo Detroit com um começo de temporada arrasador (20-6), Chicago não fez cerimônia, e venceu por 95-83. Pippen (27 pts, 8 reb, 8 ast, 2 stl e 2 blk), Jordan (23 pts e 10 reb) e Rodman (11 pts, 22 reb e 7 ast) foram os nomes do time nesse jogo.

Sem Scottie, em 1997, os touros garantiram sua sétima vitória seguida em jogos natalinos, a vítima foi o Miami Heat de Tim Hardaway e Alonzo Mourning. Na vitória por 90-80, Jordan sairia com um duplo-duplo (24 pts, 11 reb), sem contar a ajuda do croata Kukoc (19 pts, 6 reb, 5 ast). Após a saída de Jordan, e de praticamente todo o elenco dos Bulls em 1998, o time voltava a época das vacas magras, até a chegada de Derrick Rose.

Era Derrick Rose (2010-hoje)

Boozer Stoudemire NBA ChristmasDoze anos após o jogo contra o Heat, os touros voltaram a jogar no natal, contra quem? Os Knicks. Local: Madison Square Garden. E como em tempos antigos, derrota para os nova-iorquinos por 103-95. Mesmo desfalcados de Joakim Noah, Carlos Boozer não decepcionou (foto à direita, camisa vermelha – 26 pts e 19 reb) e com a partida impecável de Rose (25 pts, 8 reb, 7 ast e 6 stl), os touros foram surrados pela performance do adversário, onde quatro dos cinco titulares, anotaram dd’s naquele jogo. São eles: Raymond Felton (20 pts, 12 ast e 5 stl), Amar’e Stoudemire (foto acima, camisa verde – 20 pts, 10 reb e 6 blk), Wilson Chandler (15 pts e 10 reb) e Landry Fields (14 pts e 11 reb).

Rose Buzzerbeater NBA ChristmasA abertura da temporada de 2011-2012, aconteceu no natal, por conta do lockout (uma espécie de greve da NBA quando não houve um acordo salarial com uma “liga” de representantes dos jogadores). A tabela antiga foi mantida para esse dia, e os touros viajaram a Califórnia, onde encararam os Lakers de Kobe Bryant. Tudo encaminhava para a vitória de Los Angeles, mas no final, erros infantis de Kobe, somados a frieza de Luol Deng (21 pts, 7 reb, 3 ast, 4 stl e o toco em Kobe no fim do jogo) e ao fator Derrick Rose (22 pts, incluindo a cesta da vitória nos segundos finais – foto à esquerda) deram o triunfo a Chicago por 88-87.

No ano seguinte, sem Derrick Rose, lesionado, Chicago recebia o Houston Rockets dentro de seu United Center. Do lado dos Touros, Nate Robinson (foto a direita, marcando Lin), vindo do banco, fez o que pode (27 pts, 3 ast), mas a noite era dos texanos. Quatro dos cinco titulares dessa partida ultrapassaram a barreira dos 20 pontos: James Harden (26 pts, 6 ast), Chandler Parsons (23 pts, 5 reb),  Omer Asik (20 pts, 18 reb, 3 blk) e Jeremy Lin (20 pts, 11 ast). Com a derrota por 120 a 97 para os Rockets, Chicago perderia sua invencibilidade em datas natalinas jogando em casa.

Mirza Teletovic, Taj GibsonEm 2013, os Touros abriram a rodada de Natal contra os Nets, no Brooklyn. Sem Derrick Rose e Luol Deng, e fazendo uma temporada muito irregular, coube a Taj Gibson (foto) & cia. manter o bom retrospecto da equipe nos jogos natalinos e corresponderam bem. Gibson foi o cestinha (20 pts) e com outros cinco jogadores com dois dígitos de pontuação (Jimmy Butler – 15, Carlos Boozer – 14, Mike Dunleavy – 13, D. J. Augustin – 13 e Joakim Noah – 10), os Bulls bateram os donos da casa por 95-78. Deron Williams (18 pts, 4 ast) foi o melhor dos Nets na partida.

ed-davis-pau-gasol-nba-los-angeles-lakers-chicago-bulls-850x560*Três anos depois, o adversário dos Bulls no dia 25/12 era os Lakers no jogo dos reencontros. Pau Gasol (foto – camisa vermelha), principal contratação de Chicago em 2014, enfrentava seu ex-time pela primeira vez. Mesma situação para Carlos Boozer, que foi dispensado pelos Bulls antes de assinar com os angelinos. O jogo cumpriu o que se esperava. Sem Kobe Bryant (poupado) e com muitos desfalques nos visitantes, os Touros não tiveram dificuldades para passar pelo seu adversário por 113-93. Gasol (23 pts, 13 reb, 2 blk), Jimmy Butler (21 pts, 6 reb, 5 ast, 2 stl, 2 blk) e Derrick Rose (20 pts, 6 ast) foram os nomes dos Bulls. Pelos Lakers, os destaques foram Wesley Johnson (19 pts, 9 reb, 2 stl), Ed Davis (13 pts, 14 reb, 3 blk) e Jordan Hill (16 pts, 6 reb).

*Post atualizado em 25/12/15

13 Respostas para “A História dos Bulls no Dia De Natal

  1. ótima matéria!

  2. Muito legal!! E serve para mostrar aos mais novos o que um tal Scottie Pippen era capaz… craque demais!!! Seria o principal franchise player de qualquer outra franquia…

  3. E hoje tem a volta de Omer Asik para o United Center. Vai ser interessante! Tudo bem que ele não é nenhum grande ídolo da franquia, mas faz uma falta danada e provavelmente será vaiado (não sei se os torcedores de Chicago tem o hábito de vaiar ex-jogadores da equipe que saíram por conta de grana).
    O Bulls perdeu para o Houston nesta temporada e precisava dar o troco hoje.
    Abraços!

  4. Parabéns pelo post, sempre visito para aprender mais sobre a história maravilhosa dos Touros. #GoBulls beat the Rockets

  5. Muito bom, ficou demais esse artigo, parabéns.

  6. E tomara que hoje anotamos mais um capítulo positivo para a historia do Chicago Bulls

  7. Excelente matéria!

  8. Sinceramente, respeito todas as opiniões mas, presentão de natal mesmo para o Bulls seria um boa colocação no próximo draft e para isso quanto mais derrotas tivermos nesse campeonato melhor.
    Merry Christmas !

  9. Excelente texto!

  10. Boozer reencarnado em 2013…

  11. último jogo do Rose no Natal foi lindo, muito bom ver os jogos do passado, infelizmente os únicos motivos de alegria. É hora de mudar esse elenco.

  12. Ótimo post, parabéns!

  13. Pingback: (9-19) Los Angeles Lakers @ Chicago Bulls (19-9) | Chicago Bulls Brasil

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s