Scottie Pippen eterno

Scottie Pippen entrou para o Hall da Fama do basquete. O Bulls Brasil faz uma homenagem ao camisa 33, com imagens de alguns dos momentos mais marcantes da carreira do jogador.

Com a quinta escolha do Draft de 1987, o Seattle Supersonics selecionou Scottie Pippen, que vinha da Universidade de Central Arkansas. Mas, naquela mesma noite, o jogador foi negociado com o Chicago Bulls, em troca do pivô Olden Polynice.

Ótimo defensor, Scottie Pippen frequentemente ficava encarregado de marcar a principal arma ofensiva da equipe adversária. Em 1991, conquistou com o Bulls o primeiro anel de campeão ao derrotar o Los Angeles Lakers, de Magic Johnson.

Em 1992, ao lado de Michael Jordan, Larry Bird, Magic Johnson e outros grandes jogadores, fez parte do Dream Team norte-americano que encantou o mundo nos Jogos Olímpicos de Barcelona.

A atuação de 29 pontos, 11 rebotes e quatro roubos de bola no All-Star Game de 1994 rendeu-lhe o prêmio de MVP do evento.

Na temporada 1993-94, logo após a primeira aposentadoria de Michael Jordan, Pippen assumiu o papel de líder do time e teve o melhor desempenho da carreira no que diz respeito às estatísticas: foram 22,0 pontos, 8,7 rebotes e 5,6 assistências por partida. A foto mostra a clássica enterrada sobre Patrick Ewing, pivô do New York Knicks, no jogo 6 das semifinais da conferência Leste. O Bulls venceu esse jogo por 93 a 79, mas perdeu o embate seguinte e foi eliminado pelo rival.

Em 24 de janeiro de 1995, na derrota para o San Antonio Spurs por 102 a 100, Pippen descontrolou-se após ter sido expulso de quadra e atirou uma cadeira para longe.

A chegada de Dennis Rodman e o retorno de Michael Jordan recolocaram o Chicago Bulls como favorito ao título da NBA na temporada 1995-96 …

… com 72 vitórias em 82 embates disputados, o Chicago Bulls estabeleceu a melhor campanha da história da NBA. Nos playoffs, após passar por Miami Heat, New York Knicks e Orlando Magic, venceu o Seattle Supersonics na decisão e conquistou o quarto título em seis anos.

Na final da Conferência Leste de 1998, diante do Indiana Pacers, Phil Jackson surpreendeu e designou a Pippen a tarefa de marcar o ótimo armador Mark Jackson.

Assim como já havia acontecido em 1997, o Chicago Bulls bateu o Utah Jazz, de Karl Malone, na decisão e conquistou o segundo tricampeonato. Mesmo com dores nas costas, esteve em quadra durante 26 minutos no sexto jogo da final de 1998 e contribuiu para a vitória do Bulls, em Salt Lake City.

O elenco do Chicago Bulls passou por um desmanche após o sexto título. O técnico Phil Jackson não permaneceu no comando do time, o que acabou pesando na decisão de Michael Jordan em se retirar das quadras. Scottie Pippen também saiu: foi envolvido numa negociação com o Houston Rockets, onde jogaria ao lado de Hakeem Olajuwon e Charles Barkley. Na foto, cumprimenta Steve Kerr, outro ex-companheiro que havia deixado o Bulls.

Depois de um ano no Rockets, chegou ao Portland Trail Blazers. Lá, juntou-se a outros ótimos jogadores, como Rasheed Wallace, Arvydas Sabonis e Detleff Schrempf. A equipe era muito boa, mas caia sempre nos playoffs diante do Los Angeles Lakers – treinada por Phil Jackson e que tinha o armador Ron Harper no elenco.

Retornou ao Chicago Bulls antes de encerrar a carreira, aos 38 anos. Na temporada 2003-04, a última como profissional, disputou somente 23 partidas – tendo iniciado em seis oportunidades.

A noite de 11 de dezembro de 2005 foi especial para Scottie Pippen e para todos que compareceram ao United Center. O Chicago Bulls perdeu para o Los Angeles Lakers, comandado por Phil Jackson. Mas, no intervalo da partida, o treinador participou, ao lado de vários outros ex-jogadores que atuaram com Pippen no Bulls, da cerimônia que marcou a aposentadoria da camisa 33. A partir daquele dia, nenhum outro jogador da franquia poderia utilizar o número.

Em 2007, representou a equipe de Chicago, ao lado de Candice Dupree e Ben Gordon, no Shooting Stars – uma das competições do All-Star Weekend.

Abraçado por Michael Jordan, emocionou-se durante a cerimônia marcou o seu ingresso no Hall da Fama do basquete.

35 comentários em “Scottie Pippen eterno

Adicione o seu

  1. Facilmente o melhor jogador da Posição nos anos 90. Um dos mais versateis que eu pude jogar.

    Nunca se vê por ae um comentarista dizendo “Esse garoto lembra Scottie Pippen”. “Seu estilo é similar ao de Scottie Pippen”. “Este é o próximo Scottie Pippen”.

    Evoluiu MUITO durante a carreira, começou apenas com enterradas, e foi desenvolvendo um jogo ofensivo muito variado, com arremessos na tabela classicos, cestas de tres, um jumper classudo, entre outras coisas.

    Na defesa foi um monstro, tanto no um contra um, quanto no posionamento defensivo. Cavava faltas de ataque contra quem quer que fosse. Um dos melhores, se nao o melhor defensor que eu vi em termos de “help defense”.

    Gostaria de ter visto mais, muito mais de Scottie Pippen.

  2. Excellente post Bulls Brasil .
    Obrigado por tudo Scottie Pippen , nosso eterno 33 .!
    Muita emoção ao ver ele ser apresentado por Michael Jordan no Hall da Fama do Basquete !

  3. Comecei a acompanhar basquete por causa do MJ, pra mim aquele time do Bulls e insuperavel .
    Mais do que merecida essa homenagem ao Pippen.

    PS:So fico meio chateado de ver que o basquete no Brasil não tenha 1 Hall of fame, em qualquer esporte tirando futebol e uma certa baderna no conceito relembrar atletas importantes isso e meio triste.

  4. pessoal do blog
    hj temos muito bakset na tv
    graças a deus
    12 e 30 na record new basket no jogos
    olimpicos da juventude
    14:00 na espn brasil e espn hd
    estados unidos vs frança
    e as 18:30 na mesma espn brasil
    campeonato paulista palmeiras vs são josé
    abraços a todos
    bruno jundiai s.p

  5. Pipper eterno!

    Quem tá vendo USA x França ? Rose começou na reserva , mas o Rondo que fez tanta merda que o Rose entrou logo no jogo, ele tá meio tímido ainda, tá com 0 pontos, FG 0 – 1, 1 ass, acabou o 1° quarto agora.

  6. Nenhuma notícia do Bulls não?
    Tava vendo,a gente aida te 3 milhões de cap,mais o pick do Thomas e James Johnson pra ser negociado.Mesmo que não venha o Rudy,isso pode ser mto interessante na trade deadline.

  7. Obrigado pela oportunidade que Scottie nos deu de reconhecer que nem sempre é preciso ser a estrela do time para ganhar reconhecimento. Um dos melhores jogadores que a NBA já viu. Obrigado por tudo.

  8. Rose não fez nada , mas o Rondo tbm não fez merda nenhuma, a briga pra PG dos EUA ainda está aberta, se o Rose se soltar mais ele até pode ficar com a vaga de titular. o cestinha do jogo acho que foi o Billups.

  9. me desculpam estar a falar de outro assunto
    mais eu saber sobre dois garotos John Wall e Da`sean Butler
    meus amigos estam mi dizendo que os garotos sao feras
    eu queria saber onde eles vao jogar esta epoca ?
    ainda nao tive a oportunidade de ver os garotos
    agradeceria a informaçao
    obrigado

  10. galera.. sem muito nexo com o Pippen..
    mas tão rolando boatos de q o Carmelo pode pintar no Bulls e o Deng ir para Denver…
    tah no site Insider da ESPN gringa…

  11. É outro que vai dar o que falar, o Carmelo.. boatos envolvendo este jogador serão milhares. NY é o favorito para conseguir o astro (em termos de boatos, evidentemente).

    Acho pouco provável que ele continue em Denver em 2011.

  12. Seria fantástico o Melo aqui.Seria o Big Move que estamos esperando até hoje da diretoria.Melo ou Granger.
    Parece que o Rasheed Wallace vai voltar da aposentadoria.Por um salário de veterano,eu aceitaria ele FÁCIL aqui.Jogou muito nos PO ano passadona defesa,o TT sabe que ele pode contribuir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑