Lance Livre – Resumo da temporada

Apesar do início da Summer League, continuaremos a nossa análise da temporada passada. O jogador da semana será Larry Hughes.

Larry Hughes veio para o Chicago Bulls na troca que mandou Ben Wallace para o Cleveland Cavaliers. Hughes até começou bem na temporada em Illinois, teve algumas partidas onde foi o cestinha e pôde dar sua contribuição. Porém, a sua inconstância prevaleceu e logo o seu rendimento caiu: se tinha partidas que conseguia marcar 29 pontos, em outras não passava de 10.

Alguns reclamam que Ben Gordon é irregular, mas o camisa 32 consegue ser pior e graças ao seu altíssimo salário, terá que ficar em Illinois e ficar no banco de reservas, dificultando a vinda de um All Star.

É fato que o jogador tem uma melhor marcação que Ben Gordon mas, no restante, não vejo muita diferença. Não tem o poder de decisão que BG tem. Continuo dizendo que ainda prefiro a saída de Hughes do que a de Gordon. Infelizmente, alguns torcedores ficam na expectativa da volta do jogador que desempenhou um bom papel no Wizards – 22 pontos foi a sua média no seu último ano lá na capital americana, algo parecido que camisa 7 já fez em Chicago na temporada 2006-2007.

Hughes terminou a temporada com médias de 12.2 pontos e 2.4 assistências por jogo e deixo a pergunta para todos: será que um jogador com essa média vale ser mantido no elenco ao invés do Gordon? Será que existe tanta diferença, além da salarial?

Anúncios

5 Respostas para “Lance Livre – Resumo da temporada

  1. Acho ele muito melhor que Gordon. E não apenas pela defesa, pois acho que ele sabe entrar no jogo de equipe melhor que Gordon, que é um fominha desde o berço e mataria o jogo de Rose.

    Só falta deixar de ser medroso, o que como já disse, surgiu do grau de exigência que a torcida de Cleveland tinha com ele (se ele errava era reprimido por ter arriscado em vez de servir o Lebron).

    Aliás é por isso que Cleveland nunca vai conseguir um título com Lebron, pq procuram um garçom para servir um cara que vai ao balcão balcão pegar o que quer.

    POR MIM, Hughes tem que ser titular, pois creio que tem tudo pra crescer ao lado de Rose, mas isso fica difícil com vinte e poucos minutos por jogo. Por isso gostaria que Gordon saísse.

  2. E outra… se conseguirem negociar o salário dele pra 6 ou 7 mil ao fim do contrato, acho que ainda ajudaria mt o time.

  3. Prefiro Hughes do q tal de BG

  4. Olhando o atual elenco do bulls, prefiro o Ben Gordon. Pra mim rose Hinrich são os titulares, e assim vindo do banco BG da uma contribuição melhor.
    Qaunto a permanência do time, infelizmente ninguém vai querer o hughes om ese contrato monstro dele, entaum é muito mais provável a saída dele do que do BG, pelo menos agora. Ano que vem com seu contrato expirante, a conversa muda totalmente.

  5. Hughes é muito bom jogador, tem boa estatura para SG, defende bem, ataca a cesta e tem um ótimo controle de bola, só precisa melhor seu arremesso de três, mas tenho plena convicção que ele pode render e render muito melhor do que Ben Gordon ao lado de Derrick Rose! Larry Hughes entrou no Bulls em um momento complicado, o ano passado não foi parâmetro para nada, .eu boto fé em manter ele….. procurem assistir os jogos dos playoffs de 2004-2005 que fomos eliminados pelo Wizards, o cara é meio mala mas joga muito….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s