Aprendendo com o Celtics

Grande campanha da equipe do Boston Celtics poderá estimular mudanças para 2009 em Chicago.

Quem poderia imaginar a grande campanha que o Boston Celtics vem fazendo?

Para explicar o resultado, é importante observar que a equipe ousou bastante. O contestado GM Danny Ainge foi às compras e, mesmo com o “azar” de ficar na quinta posição do Draft de 2007 (a equipe teve a pior campanha), ele conseguiu trazer estrelas do porte de Kevin Garnett e Ray Allen. Com a troca, Ainge teve que sacrificar o futuro e buscar um melhor resultado no presente. Nem mesmo o talento de Al Jefferson foi capaz de garantir a sua permanência na equipe, que precisava de resultados. E o esforço não foi em vão.

Além das contratações de impacto, a equipe passou a ser uma das favoritas e provocou um grande desejo de outros jogadores de jogar em Boston. James Posey e Sam Cassel são exemplos e onde quero chegar com tudo isso?

De certa forma, comparo a situação do Boston atual com a de Chicago em 1998, onde todos os jogadores tinham o desejo de jogar com Michael Jordan e cia. O camisa 23 não ficou de olho grande no salário, permitindo assim espaço para a vinda de outros grandes jogadores.

E lamento muito a atitude dos jogadores atuais de Chicago. É nítido que os interesses pessoais estão acima de qualquer compromisso pela vitória. Cada jogador joga por si, tudo em busca de maior valorização, um maior salário e reconhecimento. Só que esquecem que os resultados precisam aparecer e isto não tem acontecido. Será que existe algum louco vai pagar mais de US$ 10 milhões para Ben Gordon? Qual o compromisso que ele tem além do seu próprio arremesso? Será que vale tudo isso para um jogador que mal sabe marcar? Será que, se ele ganhasse um pouco menos, um outro bom jogador não poderia ter vindo para ajudar a equipe a conquistar um título, e aí sim ele conseguir a tão sonhada valorização?

Tenho observado pelos noticiários que, ao que parece, a filosofia em Illinois poderá mudar para o próximo ano. Jogadores como Kirk Hirich, Ben Gordon, Andres Nocioni poderão ser trocados para a vinda de jogadores mais experientes como André Miller, que é um bom armador e não tem o seu valor reconhecido. Existe também uma remota possibilidade de Gilbert Arenas chegar após um sign and trade . Hinrich e Nocioni sairiam para a vinda de Elton Brand (a volta de quem nunca deveria ter saído), além de uma boa opção no Draft.

É triste ter que discutir essas possibilidades por que a temporada nem terminou, mas o elenco não ajudou e o ano que era para ser o da AFIRMAÇÃO, foi o da DECEPÇÃO.

Veja mais sobre o Draft de 2009 clicando aqui.

Anúncios

3 comentários em “Aprendendo com o Celtics

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑